Notícias
05.12.2017 - 18:19
Encontro esclarece dúvidas sobre decreto
Texto: IRH/SAD. Foto: SAD

A gerente de Perícias Médicas do IRH, Helena Carneiro Leão, participou de um evento na Secretaria de Administração (SAD), na última quinta-feira (30), onde foram esclarecidos pontos sobre a lei sancionada pelo governador Paulo Câmara que garante a concessão de horário especial para os servidores que possuem filhos ou dependentes com deficiência. O benefício está previsto no art. 174-A do Estatuto dos Servidores, recém-incluído pela Lei Complementar nº 371, de 26 de setembro de 2017, regulamentado através do Decreto nº 45.785/2017.

Durante o encontro, foram prestadas todas as informações relativas à concessão de horário especial e debatidas questões importantes sobre o tema a partir das perspectivas social e médica. Helena Carneiro Leão falou sobre as tipificações de perícias, além dos documentos necessários para agendar a perícia e dar entrada no benefício. “Estamos empenhados em atender da melhor forma todos os servidores. Diante disso, já disponibilizamos o agendamento do exame pericial para os que aqui estão excepcionalmente hoje, ao final do evento, aqui mesmo na SAD”, ressaltou a gerente de Perícias Médicas do IRH.

Segundo o secretário de Administração, Milton Coelho, o evento é um marco na política social no Estado. “O Governo de Pernambuco, em constante atenção e reconhecimento dos direitos dos seus servidores em cuidar das pessoas que amam, toma a iniciativa de conceder e atender uma demanda há tanto tempo pleiteada, aos que têm filhos ou dependentes deficientes, com o horário especial de trabalho”, pontuou Milton.

Além de servidores interessados, também estiveram presentes no evento gestores de Recursos Humanos do Poder Executivo e associações que reúnem mães e pais de pessoas com deficiência. Entre elas: a Afeto; o Grupo Super Mãe; Pequenos e Grandes Atletas, que atendem também pessoas da iniciativa privada, não só de servidores públicos e o Grupo de Terapia de Crianças e Adolescentes.

A servidora e professora estadual na Escola Jordão Emereciano, no bairro do Ibura, Edvânia Costa, vem almejando a concretização deste benefício há muito tempo. “Foi uma grata surpresa. Sentir que o Governo de Pernambuco está nos dando esse alento nos faz sentir valorizados. Assim como nossos filhos necessitam, nós é que sentimos a maior necessidade de fazer parte efetivamente da vida deles. Tenho dois filhos com deficiência e quem me ajuda na logística de terapias é o meu marido”, explica Edvânia.

Para obter mais informações sobre o agendamento da perícia no IRH, clique aqui.

Voltar