Notícias
01.12.2017 - 10:03
HSE inaugura novo Serviço de Oncologia
Jailson Correia, Antonio Trindade, André Longo, Iran Costa e Milton Coelho. Texto: Thiago Lúcio. Fotos: Marina Didier

O Hospital dos Servidores do Estado (HSE) ganhou na manhã desta quinta-feira (30) um novo Serviço de Oncologia, que passou a contar com mais 16 leitos individualizados para atender aos beneficiários do Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores de Pernambuco (Sassepe). A inauguração marcou a finalização das obras nas enfermarias de um dos blocos do hospital, totalizando 64 novos leitos reformados e climatizados. O investimento total foi da ordem de R$ 3,4 milhões em obras e equipamentos, com recursos próprios do Sassepe e também do Tesouro Estadual.

A solenidade de inauguração do novo Serviço de Oncologia do HSE contou com a presença do secretário de Administração de Pernambuco, Milton Coelho, do secretário estadual de Saúde, Iran Costa, do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, do presidente do IRH, André Longo, e do diretor do hospital, Antonio Trindade.

“Há uma confluência dos servidores e do governo para trabalharmos juntos no momento da maior crise política e econômica que o Brasil já viveu”, declarou Milton Coelho, destacando que a inauguração ocorre na semana em que se comemora o Dia Nacional de Combate ao Câncer, celebrado no dia 27 de novembro.

“Esse instante de enormes dificuldades não apontava que nós tivéssemos aqui na contramão de tudo isso, fazendo melhorias no nosso Hospital dos Servidores. E mais do que isso: na qualidade do serviço de assistência médica aos servidores do Estado. Esse é um esforço relevante que merece ser considerado”, completou Milton Coelho.

O secretário Estadual de Saúde, Iran Costa, lembrou que sua relação com o Hospital dos Servidores é antiga. “É uma história que pouca gente conhece. Meu pai morou aqui de 1959 até 1964 por determinação do sr. Miguel Arraes. Foi o único e principal motivo pelo qual ele terminou o curso de Medicina. Então, eu tinha que voltar aqui e fazer essa homenagem a essa instituição.”

Iran Costa destacou a importância do investimento em oncologia, hoje a especialidade com o maior número de internamentos no mundo e com uma demanda reprimida muito grande. “O envelhecimento da população, e principalmente a obesidade, vão fazer com que a incidência de câncer aumente em torno de 38% até 2030. Então o investimento em oncologia precisa ser feito”, afirmou o secretário, que lembrou ainda dos recursos que vêm sendo aplicados pelo governador Paulo Câmara em unidades de oncologia em Caruaru e Petrolina.

Para o presidente do IRH, André Longo, a entrega dos novos leitos completa a reestruturação do setor, que hoje é a principal central de custo do Sistema de Assistência. “Nós estamos concluindo hoje o novo Serviço de Oncologia do Sassepe, com a entrega desses novos 16 leitos individualizados e climatizados para os pacientes, que em conjunto com a ampliação da capacidade de quimioterapia ambulatorial para 17 pacientes por turno e a construção dos protocolos integrados à regulação, garantirá mais eficiência, qualidade e economicidade na assistência aos beneficiários”, explicou.

“O futuro do HSE, com essa gestão técnica, preocupada com a eficiência, nos dá muita esperança para o Sassepe. Ainda temos muito a avançar, mas estamos no caminho certo”, afirmou o presidente do IRH, que falou também do projeto de verticalização do hospital.

“Sabemos que, para evoluirmos ainda mais dentro do HSE, nós precisamos de uma área. Estamos estudando dentro de imóveis que são de propriedade do Estado e do IRH a perspectiva de, dentro de um Plano Diretor, fazer a verticalização do hospital, investindo em um centro de diagnóstico, em um novo bloco cirúrgico e em um novo conjunto de leitos para que a gente diminua cada vez mais a dependência do Sassepe de sua rede credenciada. Rede credenciada é importante, mas a gente precisa saber que ela tem altíssimo custo para o sistema e a gente precisa minorar esta utilização, em especial naquilo que é alta complexidade.”

Para o diretor do Hospital dos Servidores, Antonio Trindade, a inauguração dos novos leitos resgata o papel do HSE como âncora do Sassepe. “Os processos dentro da casa têm sofrido, nos últimos tempos, uma revolução, capitaneada pela Acreditação. Estamos melhorando, desenhando e normatizando todos os processos dentro do HSE”, declarou.

O coordenador do Serviço de Oncologia do hospital, Rodrigo Pinto, agradeceu à diretoria da unidade e à presidência do IRH pelo apoio total e irrestrito na construção do novo setor. “Há quase 3 anos, numa reunião em conjunto, a gente foi chamado para esse desafio. A Oncologia quase não fazia nada aqui dentro do HSE. E construir isso quase do zero é uma tarefa muito difícil. E construir da maneira que a gente acredita que deva ser feita, visando qualidade e, acima de tudo, humanidade, assistência e olhar integral e individual para o paciente, é muito mais difícil”, afirmou.

“Se não fosse o apoio de vocês, esses ideais jamais teriam saído do papel. Parabéns pela qualidade da gestão que vocês vêm fazendo, pelo apoio que vocês têm dado à Oncologia e por acreditar nesse trabalho, que é possivel fazer mais com o que a gente tem prezando sempre a qualidade e a eficiência do serviço, não deixando o paciente de lado”, completou Rodrigo Pinto.
 
A presidente da Associação Civil de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado (Assepe), Florentina Cabral, classificou a entrega dos novos leitos como um passo muito importante para a sustentabilidade do Sassepe. “Com essa reforma da Oncologia e essa estruturação das enfermarias para um patamar muito melhor do que tínhamos antes, estamos indo em uma direção que contempla tanto o sistema como os funcionários, que vão trabalhar em condições melhores, como principalmente os pacientes, que precisam de um acolhimento humanizado”, destacou.

Durante a solenidade, o presidente do IRH, André Longo, anunciou mais três obras que serão iniciadas em 2018. São elas: a reforma dos blocos C e D (em fase de elaboração do termo de referência), a pintura e recuperação da fachada da unidade (em fase de publicação do edital de licitação) e a reforma e readequação da piscina de hidroterapia (em fase de publicação do edital de licitação).

Nestas novas obras serão aplicados cerca de R$ 5 milhões, recursos próprios provenientes de determinação da lei complementar 369/2017, que destina até 20% dos recursos provenientes da contribuição dos servidores sobre o 13º salário. “Essas três obras estão sendo lançadas hoje e nós esperamos que no desenvolver do ano de 2018 a gente possa fazer mais entregas”, destacou André Longo.

GALERIA DE FOTOS

Voltar